2.10.07

De letras, livros e sentidos

Normalmente não participo de correntes. Mas, já que foi a Laila a me convidar, não tive como recusar. Além disso, essa me pareceu uma corrente do bem, que não demanda muito tempo, não lota servidores e ainda expõe as letras, minhas companheiras diárias.

Funciona assim: você pega o primeiro livro que estiver na sua frente, abre na página 161 e repete a 5ª frase. Simples. Minha cara.

Pois bem. Onde estou agora, no trabalho, só tenho livro técnico, relatórios, documentos oficiais e não-oficiais e dicionários. O primeiro que bato o olho é o "Manual Merck de Informação Médica". A página 161 fala sobre lipedema, um acúmulo anormal de gordura sob a pele. Penso em todo o lirismo da frase da Laila e, afffe, não dá, né?

Subverto um pouquinho a corrente e procuro um livro mais palatável. Eis que vejo "Promessas do Genoma", do jornalista Marcelo Leite. Vamos lá: "Uma resposta vigorosa a Buttel partiu de Annemieke J. M. Roobeek, para quem a biotecnologia é integrante pleno da associação de tecnologias fundamentais (core technologies), 'que não só alteram dramaticamente a base tecno-industrial (...)" Tá, parei.

Resolvo atacar de Caldas Aulete. É ele quem mais leio mesmo, então é dele que virá minha frase: "Chanfrar (chan.frar) v. td. Cortar em ângulo ou obliquamente, fazer chanfradura em: chanfrar a madeira." Pois aí está! Da próxima vez que fizer uma torta, chanfrá-la-ei todinha!

:)

(Laila, obrigada pela lembrança!)

P.S.: quem quiser participar, fique à vontade. É só blogar. E, se puder, me avise, preu ir lá ler o que você escreveu...

4 comentários:

laila disse...

ah Cris valeu a intenção, pelo menos agora sabemos o q é chanfrar...tbm sou meio assim com corrente,mas essa é pra divulgar a leitura entao apoei... obrigada por participar! bjos

Gi disse...

Até que gostei disso ;)

Fiz também. Vê lá

A simplicista... disse...

Oi, Laila! A brincadeira é bem gostosa sim.

Gi, ADOREI!

Laurinha disse...

Ufa! inda bem que foi esta frase, arre!
Beijinhos,