27.4.07

Na última hora

Diagnóstico: fome
Dado de realidade: economia de calorias urgente
Ferramentas: verduras, massa que sobrou dos enroladinhos de salsicha do dia anterior e outros restos
Procedimento: massa retirada da geladeira, foi aberta com a ajuda de um rolo em superfície enfarinhada. Exercitei a criatividade e fiz cortes randômicos. Como recheio, mussarela, peito de peru, tomate e orégano, sal e pimenta nas últimas, quando lembrei. Fechadinhas, foram para o forno pré-aquecido numa assadeira untada com óleo. Trinta minutos e uma tentativa de retirada prematura depois, elas foram servidas com salada salpicada de gergelim
Resultado: os travesseiros recheados ficaram bons e leves; a salada estava de doer de amarga. Sobrou um pilequinho básico, após duas taças de vinho verde num estômago quase vazio

Receita da massa, adaptada da Tatu, que adaptou da Nigella:
- 1 e ½ xícara de farinha de trigo integral
- 2 xícaras de farinha de trigo branca
- 1 e ½ colher de sopa de fermento em pó
- 125ml de óleo de canola
- 250ml de leite
- 1 xícara de mussarela ralada, ou parmesão no mesmo estado
- 1 ovo em temperatura ambiente
- sal a gosto
Misture tudo numa tigela e misture até ficar homogêneo. Retire a massa da tigela e sove (ou seja, descarregue sua raiva, soque e abra e dobre a massa diversas vezes, para incorporar ar na dita - e fortalecer o tríceps) sobre uma superfície enfarinhada. Se a massa ficar grudenta, coloque mais farinha normal e misture bem. Com a ajuda de um rolo, abra a 0,5 milímetro de espessura e corte em quadrados. Ou triângulos. Ou tiras...

2 comentários:

Paranthropus disse...

A farinha integral ficou over, na verdade. Deixou a bagaça muito seca. Melhor fazer 2,5 de farinha branca e só uma de integral.

A simplicista... disse...

D'accord!