19.9.07

Admirável sabor novo

A querida amiga mexico-americana Alejandra Martin (que não é prima do Ricky) cozinha que é uma beleza. Sua especialidade, pois, é a comida mexicana. Ela me apresentou ao mole, que foi paixão à primeira mordida, e a outros ingredientes de sua terra - alguns deles menos palatáveis para o meu gosto simples.

Há tempos que peço para ela mandar receitas. No mês passado, ela finalmente o fez. A surpresa? É comida tailandesa, não mexicana, não tex-mex, não americana. A obviedade? É apimentada, oras! :D

As instruções causaram certo estranhamento. Como vieram dela, seguimos de olhos quase bem fechados: procurei imagens no Google para saber se era assim mesmo. E, entre o desastre anunciado ou a delícia surpreendente, o segundo termo é o que se aplica. É ótimo, é diferente, é saudável, é viciante!

Barcos tailandeses de alface e frango
- Uns 500 gramas de peito de frango desossado e sem pele, cortado em pedaços
- 3 colheres de sopa de caldo de galinha (usamos mais, quase meio litro)
- 1 colher de chá de gengibre fresco, ralado e sem casca
- 1/2 copo de water chestnut (não conseguimos descobrir o que é, então deixamos de fora)
- 1/4 de copo de cebola roxa picada
- 1/4 de copo de cebola branca picada (nossa adição)
- 1/4 de copo de cebolinha picada
- 1/4 de copo de coentro picado
- 1/4 de copo de suco de limão
- 1 colher de sopa de açúcar
- 2 colheres de sopa de molho de peixe (opcional)
- 1/8 de colher de chá de sal
- 1/4 de copo de amendoins picados
- 4 colheres de chá de pimenta de cheiro picada (mais ou menos duas)
- Alface lisa (acho que seria mais prático usar endívias, porque foi meio difícil comer assim )

Coloque o frango ainda cru num processador (passei no liqüidificador). Aqueça uma frigideira antiaderente grande em fogo médio. Quando estiver quente, coloque o frango, o gengibre e o caldo - cozinhe, mexendo sempre, até cozinhar bem e o caldo evaporar todo. Reserve.

Num recipiente grande, misture os demais ingredientes e acrescente o frango. Misture bem, acerte o sal e coloque a mistura (fria assim mesmo) nas folhas de alface (ou endívia). Pode ser servida como entrada.

8 comentários:

laila disse...

ai ai ai amo comida apimentada, e a tai é bem especial...mas nunca tinha visto nada parecido, deve sre uma delicia, mas deve sre meio encrenca pra comer...com radichio tbm pode sre q fique bom por sre mais firme. bjos

Elvira disse...

Descobri este seu blog através do blog da Laila. Que maravilha! Vou já colocar um link no meu para voltar muitas vezes. :-)

Já agora, você não se quer juntar à nossa comunidade de blogs culinários em língua portuguesa...? É aqui: http://www.cozinhasdomundo.com/

Basta cadastrar-se como usuária e depois cadastrar o seu blog.

Mais uma vez, parabéns pelo delicioso blog.

Um abraço.

A simplicista... disse...

Radichio! Abençoada seja, Laila! Tinha a imagem mental, mas não lembrava o nome. Agradecidíssima!

Oi, Elvira, seja bem-vinda!
Vou olhar essa comunidade sim. A iniciativa parece ótima!

Marizé disse...

Entrei aqui pelo: Cozinhas do mundo" e adorei, vou colocar seu link na minha cozinha para poder voltar sempre.
Beijocas

Laurinha disse...

Dei risada com ref ao 'desastre anunciado ou a delícia surpreendente':D
Realmente qdo não conhecemos, siquer comemos ou vimos o prato, fica difícil o julgamento...., só depois de experimentá-lo é que podemos nos expressar verbalmente!
Ficou muito bonito!
Beijinhos,

Elvira disse...

PS: a castanha de água não é propriamente uma castanha, apesar de ser parecida. É uma raiz aquática. Encontra-se geralmente à venda fresca ou em conserva nas lojas chinesas. É adocicada e crocante. Pode ser substituída por pedacinhos de maçã verde, por exemplo.

A simplicista... disse...

Oi, Marizé!
Seja bem-vinda. Sempre fico encantada em como a distância diminui por estes caminhos virtuais...

Então, Laurinha, hehe... não é verdade? Às vezes tenho essa sensação quando começo a cozinhar: ou vai dar MUITO certo ou MUITO errado!

Elvira,
muito obrigada pela sua nota! Acho que será difícil encontrar esta castanha aqui no Brasil, mas a maçã verde parece ser ideal nesta receita. Vou experimentar!

Carolina disse...

estou a buscar a castanha d'água, qual seria um nome mais popular para esta raiz?