8.5.07

Not for sissies

Meu hominídeo favorito deu uma passadinha na Tailândia. Eu sei, não é exatamente perto, mas foi quase isso que aconteceu. Dois dias de viagem, jet lag e 72 horas de trabalho extenuantes depois, ele teve um dia de folga na capital, Bangcoc. Como aproveitou? Além de ver o buda deitado e o rei, fez compras: estátuas, uma máscara para nossa casa-museu antropológico e pimentas - muitas delas.

Ontem foi dia de estrear a temporada thai lá em casa: ele me recebeu à noite com um curry verde de frango, delicioso! Aqui no Brasil a gente só conhece curry como aquele pó amarelo. Na Tailândia, é uma pasta formada por diversos ingredientes, entre eles pimenta, alho e beringela.

Poucas vezes comi algo tão picante e confesso que suei feito uma louca. Mas realmente vale a pena. Aqui no Brasil não é superfácil encontrar a versão verde, mas alguns supermercados e casas de produtos asiáticos vendem o vermelho (em versão mild, para iniciantes, e hot, para iniciados).

Curry verde de frango do Paranthropus (corrigido pela fonte!)
- 1 colher de sopa de pasta de curry verde
- Camarão limpo ou frango ou carne
- Um tanto de seus legumes favoritos (broto de bambu, vagem ou jiló, tomate-cereja, abobrinha fatiada... vale tudo aqui)
- Um tanto de cebolinha
- Anis e sálvia e coentro frescos, se tiver
- Louro
- 1 vidro pequeno de leite de coco
- 1/2 litro de caldo de galinha
- Hondashi, se tiver. Sem hondashi, use meio litro de caldo de camarão e esqueça o de galinha
- 1 colher de sobremesa cheia de açúcar mascavo

Dissolva o curry em meio vidro de leite de coco. Deixe ferver por 5 minutos, com o louro. Se for secando, complete com o caldo. Doure a proteína animal com sal e cebolinha. Depois jogue açúcar, o resto do leite de coco e as verduras e o resto das folhas. Complete com o curry e reduza com mais caldo, deixando apurar. Cuidado pra não ficar muito ralo.
Dica: quanto mais folhas aromáticas, melhor. É um prato pra ficar cheiroso.

Acompanhe com bastaaante chá gelado e bastaaante arroz de jasmin (que você encontra também no supermercado).

4 comentários:

laila disse...

simplista, entao é que existe uma confusão em relaçao aos currys, o de pózinho vendido nos supermercados é uma tentativa de copia dos garam massala(mistura de especiarias feitas pela familia, cada familia tem uma receita), já na tailandia e no vietnã usam as pastas de curry, que podem ser encontrados em lojas na liberdade,sp. bom desculpe a intromissao...hihi..
bjo

A simplicista... disse...

Laila, obrigada pela contribuição!

Sil disse...

Oi!
Adorei o seu blog, estava por aqui passeando e achei um assunto que era assim " my face" hahaha...Tailandia...eu conhecí o país e fiz uma viagem de norte a sul e de quebra um curso de comidinhas tailandesas. Eu amo curry e pasta de curry verde, amarela, o que for. Trouxe de viagem um saco com pasta de curry verde e eu amoooo fazer receitinhas básicas, ainda acrescento castanhas e capim santo junto ao leite de coco, fica um delírio!Para completar, acompanhamento com arroz basmati e dahl moongi (que faz parte da culinaria indiana mas vc devera encontrar em SP). Beijocas!
Sil

A simplicista... disse...

Oi, Sil
Poxa, que dica ótima das castanhas e do capim santo! Ainda temos curry em casa, então posso testar. Fica bom com todos as cores ou apenar com verde?
Fiquei encantada com a idéia de visitar a Tailândia. Seria mais um carimbo para meu passaporte muito pouco usual...
bj